Envia o teu numero de telefone e ano escolar para aecamoes@gmail.com e entra na Rede da AE. Participa connosco e ajuda-nos a melhorar o Camoes.

sábado, 23 de janeiro de 2010

RGA, Opinião por Diogo Gaspar

Concluiu-se às 15h do dia 22 de Janeiro de 2010 a primeira RGA dos últimos 4 anos (no mínimo).


Qual a vossa opinião acerca da forma como decorreu a RGA?
(votem na sondagem ao lado e deixem um comentário)

Relembro que as seguintes propostas serão votadas dia 26 de Janeiro (terça feira):

- Abolição do Toque + Instalação de relógios nos pátios e salas de aula.

- Não ter de passar o cartão à entrada da escola para utilizar os serviços escolares (continua a ser obrigatório a passagem do cartão).

 - Abertura da porta lateral do Jardim das Flores

- Existência de um quadro de honra.

- Existência de aulas de substituição.

 - Qual a opinião dos alunos em relação à instalação de vídeo vigilância na escola.

- Criação de uma "Formação Cívica" que funcione, consciencialização política e participação democrática.

- Exames nacionais, sim ou não?


Para votares dirige-te à AE durante um dos intervalos :)
 
Diogo Gaspar, membro da Mesa de Assembleia

3 comentários:

Fjó disse...

Suficiente.
O som estava péssimo.
Os inquéritos foram uma boa ideia e estavam optimos (vai Rita! xD).
O maior problema não teve nada a ver com a AE: muitas pessoas não estavam interessadas em ouvir ou debater, estando lá apenas para faltar às aulas.
De qualquer das maneiras o debate na segunda parte (depois de almoço) até foi bom :)
Não se esqueçam da votação na 3ª!

Abraços e beijos

Pedro Feijó

Ana disse...

Estou muito triste com a RGA. Estava à espera de ver alunos e alunas interessados em debater e discutir - ou, pelo menos, em ouvir - e foi tudo ao contrário. Só lá estavam para faltar às aulas, ou para aplaudir no final de cada intervenção, mesmo sem ter ouvido nada. Isto não é um comportamento de estudante do secundário. De todo.
Quanto ao resto, concordo com o Pedro, o som estava péssimo (acredito que tenha havido alunos lá atrás que não tenham ouvido, mas quantos deles é que tomaram a iniciativa de mudar de lugar? Quantos deles é que se calaram para ouvir melhor?).
E continuo sem entender a finalidade dos inquéritos (mais uma vez, dando uma enorme prova de maturidade, houve uma data de alunos que responderam aos inquéritos como responderia um miúdo de seis anos).


Ana Martins.

PS: Desculpem-me todas as pessoas que não se parecem em nada com aquilo que descrevi.

Anónimo disse...

Infelizmente aquilo que a Ana Martins descreveu foi a realidade da RGA. A primeira parte pior do que a segunda sem qualquer sombra de dúvida.

Na primeira parte assistiu-se a uma RGA onde estavam todos os alunos que não queriam ter faltas mais os alunos interessados. Na segunda parte só estavam mesmo os alunos interessados sendo que a qualidade da RGA melhorou e houve hipóteses para debater questões sérias que irão a votos dia 26 na sala da Associação de Estudantes.

Acho que se pode fazer um balanço bastante positivo dado que não se fazia uma RGA há pelo menos 4 anos.

Terça feira não se esqueçam de votar.

Diogo Gaspar